Back-Up

Como fazer

Aprenda como fazer

Existem várias maneiras de fazer back-up, dependendo do sistema operativo em uso. Pode se fazer backup de arquivos ou ficheiros (o mais comum), assim como de sistemas operativos bem como de programas.

Backup usando sua propria maquina (Win 2000/XP)

Desde a origem dos computadores, se fez sentir a necessidade de fazer backup de todos trabalhos executados. É um capítulo existente em todos livros de informatica, um foco de muitos artigos, e assunto de numerosas colunas de jornal. Tão seguramente, todo o mundo sabe por que deveria ser feito, mas por que é freqüentemente não feito ninguem responde.

Uma vez que alguém admite que não faz o backup, seguem-se razões várias: Eu não tenho tempo! É muito complicado! Eu nunca me lembro de fazer! Mas todas essas desculpas saiem pela janela fora quando o CSU entrar pela porta dentro, especialmente quando o programa de backups se encontra associado ao AFS.

Em Windows XP e 2000 Profissional, usando o programa de backups é tão simples tanto que deixaremos os passos a último e começaremos com as perguntas mais complicadas.

Se você estiver usando o Windows XP Home Edition, a situação fica um pouco mais complicada. Você tem que instalar o programa backup separadamente. Não é por defeito incluso na instalação de Windows XP Home Edition, e o ícone de backup não estárá no  barra de inicío (Start) em Windows XP Home Edition, nem em Add-Remove Programs. É incluso no CD de instalação na pasta de papéis do valor acrescido. Para executar o backup com Windows XP Home Edition, terá de instalar manualmente, com ajuda dos artigos de conhecimentos basicos da Microsoft.

Onde guardar os ficheiros?

Em tempos remotos responder a esta questão não era assunto complicado, simplesmente existiam duas opções, no próprio disco duro e em disket. Mas com o andar do tempo novas tecnologias foram desenvolvidas e algumas chegando até a ficar em desuso. Assim, outras alternativas foram surgindo e muitas respostas se tornaram válidas. Quando tiver que fazer backups de arquivos de vários computadores, precisará de pensar mais e escolher a opção que lhe for favorável e segura.

Uma das opções é a de guardar a informção no seu próprio PC, ter um disco rígido que você dedica ao backup, estes são rápidos e seguros mas com a evolução da informática estes também se tornaram vulneráveis a infecções por virus bem como danos fisicos. Contudo esta já foi provada que não oferece o muita segurança apesar de ser a menos trabalhosa e eficaz.

Os CDs graváveis, atém um par de anos atrás por armazenarem 650/700 MB pareciam enormes e de espaço ideais para o backup. Se tiver um computador com tape drive, poderá usar o mesmo processo, entretanto tape drive são lentos, requerem manutenção regular, e precisam ser verificado a intervalos regulares.

Com a evolução da informática grande parte de administradores optam por ter um servidor (fileserver) com maior quantidade de discos duros (mais que 5) para armazenarem ficheiros de suas empresas e que estes se localizem fora dos edificios. Sistema este que se usa nos nossos dias. Este sistema é associado ao aqui esxplicado pois, ao ponto de onde quardar os ficheiros, o usuário pode indicar o nome ou endereço de um servidor (fileserver) localizado em noutra parte da cidade até mesmo em outro país garantindo-lhe maior segurança.

Nestes fileserver pode-se instalar um tape driver ou uma quantidade x de discos duros e guardar os dados alternadamente.

O que guadar?

A questão de o que guardar, pode inspirar discussões aquecidas. Até onde estou preocupado, digo, faça o backup de tudo o que você tiver tempo e espaço para tal. Assim se você poder programar para às 3:00 da manhã o backup desacompanhado a um disco rígido enorme, por que não vai por tudo? Se seus backups têm que ser feitos a tempos estranhos e têm que ajustar à um smallish backup tape, você deve ser mais selectivo.

Tipicamente, as pessoas com mais medo, são as que mais perdem arquivos. Arquivos esses, que poderiam ser planilhas electrônicas, quadros, bancos de dados, agendas electronicas, contactos, músicas com outros ficheiros que seria difícil (ou talvez impossível) substituir. Se os usuários em sua própria rede forem pequenos e bons meninos e meninas, todos esses arquivos estarão na pasta “My Documents” de cada computador. Tudo o que você terá de fazer é ter à certeza que em cada computador a pasta de papéis está compartilhada (share) e incluir a pasta de papéis em seu backup. Caso arquivos e pastas de papéis se encontrem espalhadas por todo lado, encoraje que cada usuário consolide arquivos importantes em um ou dois locais, compartilhe essas pastas de papéis, e os inclua no backup.

Em seu computador, você tem que mapear os locais que você deseja fazer o backup. Quer dizer, você tem que adicionar a pasta “My Computer” (por exemplo) em cada computador para seus Lugares na Rede.

Não mensionamos nenhuma necessidade de fazer backup do sistema operativo. Presumindo que você tem o CD, e caso alguma coisa aconteça, você poderá reinstalar. Semelhantemente, não é necessário apoiar programas porque você tem os discos de instalação à mão e pode muito bem os reinstalar.

Como guardar?

Você tem na bara embaixo um botão chamado Start, clique sobre ele, vai ao All Programs (programs “Win 2000”), depois para Accessories, clique no System Tools, e em backup. Assim, se o Backup or Restore Wizard abrir por defeito, clique Advanced Mode (modo avançado) na janela de welcome, e a janela de utilidade posterior se abre, como mostra a figura abaixo.

Para o caso de escolher o wizard mode, aparecerá uma janela com a pergunta what do you wanto to backup onde aparecerão somente duas opções backup files and settings e restore files and settings. Neste janela se quiser restaurar ficheiros é só escolher restore.... e se quiser fazer guardar escolha o backup... que a janela seguinte irá aparecer a mesma pergunta mas com opções mais detalhadas, isto é, quer guardar todo a pasta my documents, toda a informção do meu e deixe-me escolher o que guardar. E depois e so seguir as instrções que aparecerão tal como apresenta a fig. 2.

 Backup Utility dialog boxfig.1

 Nesta janela clique em Backup Wizard e segue os passos que se seguem. Na seguinte What to Backup (o que guarder), seleccione backup selected files, drives, or network data (guardar ficheiros escolhidos, drivers ou dados da rede). Na icons da janela abaixo, seleccione as pastas de papéis que pretende guardar. As pastas de papéis de rede serão listadas debaixo de My Network Places.       

Items to Backup dialog boxfig. 2

Na próxima janela, você deverá indicar o destino do seu armazenamento, isto é, onde quer deixar os ficheiros (para um tape drive, uma unidade de CD-RW, um disco rígido da rede. Quando tiver terminado, o wizard resume suas selecções.

The wizard summarizes your selectionsfig. 3

Clique o botão Advance para fazer colocações adicionais. Um backup Normal é apropriado na maioria das condições. No How to Backup você é oferecido uma opção para Verificar dados depois do backup. Seja aconselhado que conferir esta opção não constitua uma verdadeira verificação que o backup seja bom e, mais importante e “importantly, restorable”. A única verificação real é restaurar determinados arquivos a outro local e de fato olhar e verificar se esta seguro e se eles são bons. Faça isto a primeira vez que você faz um tape backup e repete várias vezes durante o ano.

Windows XP e 2000 backup, por defeito, cria uma cópia de sombra de volume do volume que é feito backup (volume shadow copy). Uma cópia de sombra de volume é a foto do volume em tempo e momento particular. Isso significa que, um computador pode sofrer backup enquanto seus arquivos estão abertos e aplicações a correr. Não são saltados arquivos durante o backup e você não precisa programar o backup quando os computadores em sua rede não estiverem à ser usados. A cópia de sombra de volume de serviço  (volume shadow copy service) permite que as aplicações corram interompivelmente nos volumes actuais enquanto é feita uma cópia de sombra (shadow copy). Depois dos seus backups acabrem de ser executados, a cópia de sombra é apagada automaticamente.

 Por defeito, o Windows XP e 2000 Profissional usa espaço disponível em qualquer volume de NTFS para armazenar um registro das diferenças entre o volume original e a sombra do volume copiada. Se não haver bastante espaço disponível no disco, o Windows XP e 2000 Profissional não poderão fazer o volume shadow copy e fará skip a arquivos abertos. É possível que você adquira uma mensagem de erro quando o espaço não estiver disponível. Naquele caso, você pode apagar o volume shadow copy service. Para  completar a janela de diálogo do backup wizard, clique o botão Advanced. Então seleccione Disable volume shadow copy dentro da caixa de diálogo how to backup. Nos interesses de eficiência, você pode desligar ou desactivar o volume shadow copy se você estiver executando um backup de rotina  ou de alguns arquivos quando os computadores de sua rede não estão em uso. Você só pode desligar ou desactivar o volume shadow copy se o estado de sistema não fizer parte do backup.

 Na janela when to backup (quando guardar os ficheiros), você pode marcar uma hora para o backup correr ou clicar Set Schedule para especificar que o backup será executado diariamente a um tempo e hora particular, semanalmente, ou a outros intervalos.

 Nota: este backup é nomeado separadamente assim você pode fazer um backup de rede em um horário e um backup de seu próprio computador em um horário diferente.

Clique o botão Finished se você optou em executar o backup imediatamente, o processo irá começar. Caso contrário o programa de backup fechará até o tempo marcado.

Testando seu backup é particularmente essencial com um tape backup (backup de fita). Para testar isto: abra o programa de backup novamente e clica em Restore Wizard. Seleccione o backup e navegue a um arquivo ou arquivos ser restaurado. Na janela sumária, clique o botão Advanced. Na janela Where to Restore (onde restaurar), seleccione Alternate Location (local Alternado) e especifica onde restaurar os arquivos. Depois que os arquivos foram restabelecidos, vai para o local e cheque que os arquivos estão completos e incorruptos. Se estiverem bons, seu tape drive passou ao teste. Importante, não se esqueça de testar novamente a intervalos regulares.

O backup é uma coisa boa e muito boa mesmo somente para a extensão que são ambos recentemente restaurados.

 

Topo

Home